Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma Caçadora

Para entenderem a minha loucura precisam, primeiro, de conhecer a minha paixão. Quero mostrar que a minha paixão é muito mais do que o simples acto de matar... Que a minha paixão é uma forma de estar na vida!

Diário de uma Caçadora

Para entenderem a minha loucura precisam, primeiro, de conhecer a minha paixão. Quero mostrar que a minha paixão é muito mais do que o simples acto de matar... Que a minha paixão é uma forma de estar na vida!

Diário de uma Caçadora

Criei este blog com o intuito de mostrar a todas as pessoas o que é caçar e o que nós, caçadores, sentimos. Claro que, por palavras, irá ser difícil de vos explicar; contudo, acredito que possa conseguir. 

Gostaria que este fosse um blog onde não houvesse julgamentos, onde todos nós pudessemos mostrar a nossa opinião (porque cada um tem a sua, como é óbvio). Sei que há milhares de pessoas contra a caça e os caçadores. Não quero que mudem a vossa opinião e que se tornem todos caçadores. O objetivo não é esse. Quero apenas que nos compreendam e que nos aceitem como somos, tal como nós o fazemos. 

Quero que entendam que nós, caçadores, não somos matadores. Não somos pessoas sem sentimentos. Muito menos somos bárbaros e assassinos. Somos pessoas normais. Que, acima de tudo, amam os animas. Sim, é possível ser caçador e amar os animais. Como? 

Temos cães. Tratamos deles com todo o amor e carinho. Emocionamo-nos quando eles vão para o campo fazer aquilo que mais gostam e para que nasceram: caçar. Emocionamo-nos quando param a primeira peça de caça. Emocionamo-nos quando eles correm até nós eufóricos, como se nos agradecessem ter nascido e sermos nós o seu dono. Entramos em desespero se algo lhes acontece. Entramos em desespero quando os perdemos. E isto é amor!

Quanto à caça... Ao matar as espécies de caça... Se não fossem os caçadores (aqueles que realmente fazem uma gestão cinegética adequada) será que ainda haveria algumas das espécies de caça? O caso do coelho bravo. Muita gente pode não estar a par da situação. Mas o coelho bravo está a desaparecer. A culpa é dos caçadores que os matam a todos? Claro que não. Os caçadores têm tentado, por todas as vias, fazer alguma coisa para inverter a situação e para combater uma série de doenças que atacam os coelhos sem "dó nem piedade". Os caçadores lutam, todos os dias, para que a situação melhore.

Os caçadores amam os animais. Como? Deixam-nos viver livres na Natureza. Não os metem em aviários, sem se poderem mexer e sem viverem em liberdade. Os caçadores amam os animais porque se vêm uma lebre ferida vão fazer tudo para a salvar. Se vêm uma porca com bebés, ficarão a deslumbrá-los com toda a magia que isso envolve. E isso é amor pelos animais! É respeito e, acima de tudo, dar-lhes a liberdade para eles serem felizes...

11742727_1592627164331800_7533109903319539323_n.jp

 

1 comentário

Comentar post