Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma Caçadora

Para entenderem a minha loucura precisam, primeiro, de conhecer a minha paixão. Quero mostrar que a minha paixão é muito mais do que o simples acto de matar... Que a minha paixão é uma forma de estar na vida!

Diário de uma Caçadora

Para entenderem a minha loucura precisam, primeiro, de conhecer a minha paixão. Quero mostrar que a minha paixão é muito mais do que o simples acto de matar... Que a minha paixão é uma forma de estar na vida!

Os caçadores agora também ateiam fogos?

Caro Comandante Operacional Nacional do Comando Nacional de Operações de Socorro,

 

A comunicação social, para o bem e para o mal, mantém-nos sempre informados. Muitas vezes, as informações são falsas ou têm algumas nuances diferentes da realidade, no entanto, nós lemos e re-lemos notícias e acreditamos (muitas vezes) em tudo aquilo que está exposto.

Há uns dias, esta mesma comunicação social (especulativa ou não) noticiou que o Caro Comandante proferiu algumas palavras e até algumas acusações, na Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar. Sendo mais específica, as palavras pronunciadas foram: “Entre janeiro e maio deflagraram 19 grandes incêndios, aqueles que tiveram uma área ardida igual ou superior a 100 hectares, e 57% dos fogos tiveram “origem humana”, nomeadamente em queimadas e caça”.

 

Muito bem Caro Comandante, depois de ter feito tal afirmação, peço-lhe por favor que me explique o porquê da mesma. Creio que eu, como milhares de caçadores, temos esse direito. Eu sou caçadora e uma das coisas que mais me assusta é, de facto, os incêndios. A mim, como a milhares de caçadores. 

Estas suas palavras revelam um profundo desconhecimento da caça, dos caçadores e do mundo rural. 

Sabia que a caça termina no final de Fevereiro? De acordo com as suas declarações, só tínhamos dois meses para atear fogo. Interessante que nesses dois meses está frio, chuva e, muitas vezes, gelo. Quando saímos de madrugada, para a caça, os campos cobertos de gelo são paisagens a que podemos assistir. 

Creio que atear fogo, durante estes dois meses (período em que não estamos no defeso) não seria um acto de sucesso. 

Mas... E continuando a decifrar a origem destas suas palavras... Fogos ateados de Março a Maio. Ora, nestes meses, estamos na época do defeso. Na época em que NINGUÉM pode caçar, segundo a lei. E, portanto, os caçadores que se regem pela lei (todos os verdadeiros caçadores) não caçam. 

Mas uma coisa também é certa; apesar de não caçarem, estes mesmos caçadores vão para o terreno. Todos ou quase todos os fins de semana em que não podem caçar, os caçadores vão para o campo. Mas será para atear fogos? Certamente que não.

Vou-lhe contar o que fazem os caçadores nesta altura.

 

Ao fim ao cabo, trabalham arduamente para proporcionar boas condições para que as espécies no terreno se possam reproduzir. Trabalham arduamente no terreno, na gestão cinegética e conservação das espécies. Criam comedouros e bebedouros para as espécies cinegéticas. Fazem um controlo de predadores, para que no dia seguinte as perdizes (por exemplo) ainda possam ter os seus ovos intactos. 

Além disto, e porque uma das nossas maiores preocupações são os incêndios, os caçadores trabalham arduamente nas desmatações e limpezas do terreno e, muitas vezes, fazem-no às suas custas. 

 

Os incêndios matam espécies cinegéticas. Os incêndios destroem aquela que é a nossa casa, a natureza. Os incêndios matam todo o trabalho efetuado pelos caçadores.

Pense comigo. E vamos pensar no pior caçador do mundo, aquele sem escrúpulos, sem valores, nem limites (no fundo, um matador e nunca um caçador, mas isso é outra história). Pensemos nesse homem que, como em tudo na vida, existe em todo o lado - existem maus e bons em todas as histórias. Ora esse homem, que quer caçar todos os animais, sem regras nem limites. Acha que esse homem atearia fogo, que causaria a morte de milhares de animais?

Obviamente que não. E portanto obviamente que nenhum caçador que se prese muito menos o faria.

 

As pessoas que fazem isso são pessoas com problemas psíquicos graves. Pessoas que deveriam estar internadas ou a ter um acompanhamento psiquiátrico urgente.

Segundo estudos científicos, as mulheres incendiárias têm quase todas perfis depressivos, e a psicose é o mais comum. Já nos homens incendiários, há um défice cognitivo associado.

Essas mesmas pessoas nunca podem deter uma carta de caçador, pois não se apresentam sãs mentalmente e é necessária a apresentação de um atestado médico, passado por um médico, para poder fazer o exame de caçador.

 

Caro Comandante, deixemo-nos de hipocrisias e falemos a verdade. Sejamos puros e livres, tal como a natureza. E não nos deixemos influenciar por pessoas, números ou outro tipo de coisas. Porque o futuro será igual para nós todos. Então, enquanto cá estivermos, o melhor é agirmos com sinceridade e humildade. Para a nossa consciência estar limpa e tranquila e para não nos metermos com o karma... "Karma is a bitch"! 

Todos juntos trabalhamos bem melhor, quando o interesse é o mesmo: salvar a natureza e os animais!

ML.

 

noticia1430816788.jpg

 

2 comentários

Comentar post