Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário de uma Caçadora

Para entenderem a minha loucura precisam, primeiro, de conhecer a minha paixão. Quero mostrar que a minha paixão é muito mais do que o simples acto de matar... Que a minha paixão é uma forma de estar na vida!

Diário de uma Caçadora

Para entenderem a minha loucura precisam, primeiro, de conhecer a minha paixão. Quero mostrar que a minha paixão é muito mais do que o simples acto de matar... Que a minha paixão é uma forma de estar na vida!

Perdigueiro Português

O Perdigueiro Português, o nosso Património Nacional, é um cão muito conhecido mas, se calhar, ainda tão pouco falado... Pouco falado ou, quiçá, pouco usado... Para as qualidades que tem... Para aquilo que é...

Uma das raças mais antigas do mundo, aparecendo documentada há milhares e milhares de anos (em Portugal, pelo menos, desde o século XII), apresenta caraterísticas morfo-funcionais idênticas às atuais, pelo menos há 1000 anos.

Esta raça de cães de parar continentais, tem raízes remotas nos milenares cães de busca ibéricos. Ao longo dos séculos foi criado nos canis reais, da nobreza e do clero e utilizado na busca de caça ferida em montarias, na caça de altanaria e na caça com rede a lanço. Com a utilização das armas de fogo na caça, passou a ser usado como cão de parar e de cobro.

Rapidamente nos apercebemos de quem é o Perdigueiro Português e da importância que teve (e tem) na nossa História, sendo já parte integrante da cultura e tradição portuguesa.

Infelizmente, há quem não lhe dê o devido valor... Infelizmente, somos de modas. E a moda dos dias de hoje está mais virada a outras raças. Se bem que há vários criadores a investir na raça, há vários profissionais de cães a apresentá-los em provas de cães de parar e, sobretudo, vários caçadores que escolhem o perdigueiro como o seu cão de caça.

Todavia, poderíamos apostar mais nesta raça. E, para isso, é preciso conhecê-la, divulgá-la, mostrá-la...

 

Afinal de contas, quem é o Perdigueiro Português?

Desde que comecei a dar os primeiros passos, o perdigueiro foi-me acompanhando... Lembro-me de ter cerca de 3 anos e ir para a maternidade do nosso Canil, com o meu avô, ver o perdigueiro a ter os seus bebés. Lembro-me de passar horas a brincar com os cachorros, que me roíam os sapatos, as camisolas e as calças... Uma infância recheada de momentos assim é, de facto, gratificante! Mas isto tudo para vos dizer que, desde que me conheço, que também conheço o perdigueiro. 

O Perdigueiro Português apresenta uma caraterística peculiar: é um "meiguiceiro em demasia", como dizia o Prof. Fernando Marques. Essa meiguice em demasia, foi-me também formando como ser humano... Essa meiguice em demasia, talvez me tenha levado a olhar para o perdigueiro português não como apenas mais uma raça de cães de parar, mas como a raça de cães de parar.

É um cão de porte médio (M: 56 cm +/- 4; F: 52 cm +/- 4); com um pêlo curto, forte e pouco macio; apresentando-se nas seguintes cores: amarelo claro, comum ou escuro, unicolor ou malhado. 

Este cão rústico, adapta-se a todo o tipo de caça, terreno, clima e caçador. É um cão de fácil ensino, que caça para o caçador, revelando um enorme prazer nisso. É frequente (e das coisas mais bonitas), no ato de caça, vermos o nosso perdigueiro a olhar para nós, como se estivesse a dizer "Estás aí... Vamos continuar... Estou quase a encontrar a peça de caça...".

É de facto magnífica esta raça. E em termos de caraterísticas, na caça? 

O Perdigueiro português é um cão que tem um galope simples, que alterna com trote largo e ligeiro. Portanto, é o cão ideal para termos sempre "debaixo de olho", enquanto caçamos; ou para um caçador que gosta de caçar de forma mais calma ou que não consegue andar muito. É frequente vermos caçadores mais velhos com perdigueiro português, devido a essa razão. No entanto, o contrário também ocorre, como é óbvio. Particularmente, é um cão que gosto para caçar, que tem uma busca mais curta, e que tem uma ligação fantástica com o seu dono, como já referi anteriormente.

O porte de cabeça deve ser alta ou na linha do dorso. É um cão imponente no terreno, com a cauda horizontal ou um pouco acima. Guia espontaneamente e pode seguir por vezes o rasto. 

É um cão que cobra muito bem, com dente doce, quer na terra ou em água. 

Portanto, o Perdigueiro Português é mais... muito mais... do que um simples cão de parar! Trabalhar no contínuo desenvolvimento desta raça é fulcral. Trabalhar pelo que é nosso! E o primeiro passo é conhecermos. Podemos ter todas as dúvidas, é claro, mas que tenhamos a disponibilidade para conhecer este património nacional que tanto está a dar que falar no estrangeiro, por exemplo. Como cão de companhia e como cão adorado por crianças... Como cão caçador, que serve o caçador e, no fundo, faz aquilo que mais gosta e para que nasceu...

O Perdigueiro Português é um cão que tem uma grande paixão naquilo que faz e, simultaneamente, nos apaixona, também a nós, por completo...

c avo e caes.jpga.jpg

 

 

10338348_10204144122705865_5911656801131010290_n.j2015-01-19 20.19.32.jpg

11755130_500592676784924_2722862253142801426_n.jpg